Escritório recursos humano

Empresas de pequeno porte precisam de um RH?

Uma dúvida muito comum no mundo corporativo é: empresas de pequeno e médio porte precisam de um setor de RH? Atualmente existem milhares de negócios comerciais menores com esta área desestruturada. 

A questão é que, será que as empresas, mesmo as menores que ainda estão começando no mercado, enfrentam menos desafios do que as grandes corporações? É claro que não.

Todo o mundo corporativo enfrenta as mesmas dificuldades, independentemente do tamanho da empresa. É claro que as demandas são menores, mais específicas, mas ainda sim o setor de Recursos Humanos é imprescindível.

Mais do que realizar processos seletivos, o RH é responsável por uma série de atividades de gestão de pessoas que podem impactar diretamente no resultado das corporações. 

Gerenciar as pessoas que trabalham na empresa e todos os processos burocráticos que envolvem os colaboradores, é fundamental.

Afinal, os negócios corporativos são feitos de pessoas – sem elas, não há prestação de serviços ou produtividade na fabricação de produtos.

Se você é um empreendedor e está com dúvida se há necessidade de ter um setor de RH, a indicação é que sim, é preciso. Mas isso não quer dizer que será necessário contratar diversos profissionais da área, expandir a equipe e criar um grande departamento dentro da sua empresa.

Um RH bem estruturado pode ser feito com poucos profissionais, dependendo da quantidade de colaboradores, até mesmo um profissional extremamente qualificado na área pode conduzir as necessidades de Recursos Humanos para o seu negócio empresarial.

Entenda, a seguir, a importância de ter essa abordagem na sua empresa. Pode parecer algo pouco produtivo, mas um RH pode fortalecer a imagem do empreendimento, ajudá-lo a se consolidar no mercado e apoiá-lo em um crescimento saudável.

Como o setor de RH atua?

O conceito do setor de RH ainda é um pouco vago na cabeça das pessoas. Um dos motivos para isso, pode ser a mudança que essa área sofreu ao longo dos anos.

Hoje, os profissionais desse setor vão muito além dos processos burocráticos que envolvem a contratação e demissão de um colaborador, atividades comumente atribuídas ao DP – Departamento Pessoal.

O setor de RH atua na gestão das pessoas – afinal, dentro de uma empresa é preciso conciliar as necessidades da companhia, com a condição de ser humano que tem necessidades, anseios e expectativas de crescimento e desenvolvimento profissional em qualquer empresa e área de atuação.

Dentre as principais atividades da área de Recursos Humanos está a definição e estruturação dos cargos da empresa, a atração e seleção de novos colaboradores, mapeamento dos talentos, desenvolvimento de ações para retenção desses profissionais. 

Além da organização e agendamento dos exames admissionais e demissionais, planejamento e realização de treinamentos de capacitação, integrações e programas de qualidade de vida, gerenciamento de benefícios e salários. 

Também é responsável pelo controle da frequência dos colaboradores, como o gerenciamento de pontos. Além da gerência da saúde ocupacional, zelo pela segurança do trabalho e cálculo da folha de pagamento.

As avaliações de desempenho, ações motivacionais e muitas outras abordagens também são de responsabilidade do RH da empresa. Independentemente do tamanho, toda corporação precisa realizar essas tarefas, não é mesmo?

Então, que sejam feitas por profissionais capacitados na área de Recursos Humanos, que estudaram e se especializaram em realizar determinadas tarefas (ainda mais as relacionadas com gestão de pessoas – uma atividade mais complexa do que parece).

Essas são algumas das razões pelas quais uma empresa pequena precisa ter esse departamento na sua rotina. Ainda não se convenceu? Entenda as vantagens desse setor!

Vantagens de ter um RH em empresas de porte pequeno

Para as empresas, os benefícios são diversos. Independentemente do tamanho da organização e quantidade de colaboradores, com boas abordagens de RH, será percebido um aumento de produtividade das equipes, menos transtornos com problemas de gestão pessoal e maior retenção de talentos, além de contar com uma contribuição para o planejamento estratégico em tudo que diz respeito às ações da empresa e que envolvam mudanças nas rotinas de trabalho das equipe.

Fatores esses que impactam diretamente no dia a dia da empresa, qualidade dos serviços prestados e consequentemente, favorecem o desenvolvimento organizacional saudável. 

O gerenciamento dos colaboradores com estratégias de motivação, reconhecimento e outros fatores importantes, faz com que a equipe se sinta mais realizada no emprego e engajada – ou seja, produz mais e melhor!

Os processos seletivos se tornam mais assertivos, evitando contratações indevidas que mais trazem dores de cabeça do que vantagens para as empresas.

Os desligamentos se tornam mais humanizados e, dependendo da estratégia usada, é possível oferecer um suporte após a demissão para colaboradores que foram importantes para o negócio.

Os profissionais de RH verificam o horário de entrada e saída dos colaboradores, como estão se desenvolvendo no trabalho e se estão produzindo bem.

Além de realizar processos burocráticos com horas extras, absenteísmo, faltas – os quais o empreendedor ou outro profissional não deveria perder tempo fazendo.

Esse tempo pode ser dedicado às estratégias de crescimento da empresa, formas de posicionamento no mercado e muito mais. Essas são apenas algumas das vantagens do setor no mundo corporativo – existem outras diversas!

Em resumo, contratar profissionais de Recursos Humanos ou consultorias de RH para estruturar essa área na sua corporação é fundamental para permitir um crescimento saudável, constante e sem maiores desafios para as empresas.