Cinco sintomas de catarata que você deve ficar atento

Você sabe o que é a catarata? Em algum momento de sua vida, você deve ter ouvido falar desse assunto. Doença comum em idosos, a catarata afeta o globo ocular e costuma acontecer com muita frequência. Apesar dos idosos sofrerem mais com esse problema, crianças e jovens também podem passar por isso.

Basicamente, a catarata é uma doença que prejudica a visão aos poucos. Quando ela atinge um estado avançado, o indivíduo perde a visão por completo. A catarata é uma doença silenciosa, portanto, é importante ficar atento aos sinais que ela mostra. Ao ler este texto, você saberá quais sintomas da catarata devem te deixar atento.

 

Características da catarata

A principal característica da catarata é a opacidade do cristalino, uma espécie de lente natural dos olhos. Com o passar dos anos, o cristalino começa a perder sua transparência natural, o que interfere na visão.

Normalmente, quem possui essa doença tem uma visão nublada, o que dificulta várias tarefas. Por exemplo, para quem possui a catarata, se torna muito complicado ler, dirigir ou escrever. Além disso, esse problema pode causar cansaço na vista.

A catarata é uma doença que se desenvolve lentamente, o que a torna ainda mais perigosa. , O tratamento de catarata mais indicado quando está no inicio é o uso de óculos. Além disso, é necessário fazer a leitura em locais bem iluminados. Por outro lado, quando a doença já está muito avançada, o ideal é fazer uma cirurgia, do contrário, haverá a perda total da visão.

 

Como é feito o diagnóstico?

O médico que trata essa doença é o oftalmologista. Na hora da consulta, ele pode questionar o paciente sobre seus sintomas e sobre seu histórico familiar. Além disso, ele pode pedir exames para analisar o globo ocular daquela pessoa. Em casos de catarata, os exames mais pedidos são:

  •         Exame de lâmpada de fenda;
  •         Teste de acuidade visual;
  •         Oftalmoscopia;
  •         Exame de retina;
  •         Tonometria.

A catarata também pode atingir as crianças. Nessa situação, se os pais perceberem que existe algum problema, eles podem pedir exames para o oftalmologista.

 

Sintomas da catarata

O principal sintoma da catarata é a dificuldade para enxergar. Como foi dito anteriormente, isso acontece porque o cristalino do indivíduo perdeu a transparência. Em um primeiro momento, a visão da pessoa parece uma névoa na frente dos olhos ou uma lente muito embaçada. Depois disso, as coisas tendem a piorar. A seguir, conheça outros sintomas da catarata:

Perda da acuidade visual – a pessoa começa a ter dificuldades para notar contornos e formas. Com isso, ela não consegue reconhecer letras, pessoas ou objetos, pois tudo parece borrado;

Visão turva ou nublada esse é um dos primeiros sintomas da catarata. A pessoa enxerga tudo esbranquiçado, como se uma névoa cobrisse sua visão;

Perda da percepção dos tons – o indivíduo tem dificuldade para diferenciar uma tonalidade da outra. Por conta disso, ele pode facilmente confundir uma cor com a outra, especialmente quando elas são parecidas;

Fotofobia (sensibilidade à luz) – os olhos do indivíduo não suportam a luz, seja ela natural ou artificial. Dessa forma, a pessoa não consegue dirigir, pois a luz do semáforo “machuca” a visão dela;

Frequentes alterações no grau dos óculos – nesse caso, a pessoa tem uma boa visão para objetos próximos, porém, sua visão fica ruim repentinamente.

Além dos sintomas citados, a catarata pode causar visão dupla e dificultar a execução de tarefas simples. Além disso, ela torna mais difícil enxergar pequenos objetos.

 

Fique atento aos sintomas

É importante ficar atento aos primeiros sinais dessa doença. Muitas pessoas têm problemas sérios com a catarata, pois acham que os sintomas não são nada demais.

Nunca tente se adaptar aos sintomas da catarata. Ao primeiro sinal de problema, procure um oftalmologista e faça os exames. Quanto mais cedo essa doença for tratada, maior a chance de cura.