Imigração ilegais

5 principais problemas enfrentados por imigrantes ilegais

A imigração ilegal é uma prática perigosa mas que infelizmente ainda conta com muitos adeptos.

Muitas pessoas enxergam na imigração uma ponte para uma vida melhor e com mais oportunidades, mas acabam cometendo um grande erro e se colocando em situações extremamente desfavoráveis e humilhantes. Neste artigo falaremos um pouco sobre a imigração e os principais problemas enfrentados por imigrantes ilegais em seus países de destino.

Por que muitos migram ilegalmente?

Existe uma grande fantasia quanto a vida fora do país. Muitas pessoas pensam que morar fora é um grande privilégio e um verdadeiro mar de rosas. A verdade é que é, sim, um privilégio, mas nem tudo é tão simples quanto parece.

Imigrar para um país desconhecido requer muito preparo e algumas providências a serem tomadas antes do momento do embarque.

O processo de imigração é burocrático, e envolve muita prestação de contas, despesas, uma certa investigação quanto ao objetivo do imigrante em se fixar no país etc.

Um pequeno exemplo é a emissão do passaporte e visto: são documentos obrigatórios, que levam um certo tempo a ser emitido e há uma lista enorme de documentos que devem ser levados ao Departamento da Polícia Federal para conferência e liberação da emissão do documento.

É um processo longo e de alto custo, uma das razões pelas quais as pessoas preferem entrar de forma ilegal nos países, o que pode acarretar em prejuízos que custarão muito mais caro, um preço que dinheiro não paga.

Principais problemas enfrentados na imigração ilegal

Ao serem identificados no país de destino, os imigrantes ilegais passam a ser acompanhados de perto pelo governo local, que dá um prazo para o viajante regularizar sua situação no país.

Ao fim deste prazo, o imigrante é deportado e ainda corre o risco de ser preso caso se recuse a sair ou tenha outros problemas com o país. É fato que esta regularização também demanda certo preparo financeiro, que muitos imigrantes não possuem, e é neste momento que muitos passam a enfrentar grandes dificuldades no país em que estão.

Falta de serviços

A falta de serviços já é uma realidade enfrentada por brasileiros que vão a outros países de forma legal em busca de melhores condições de vida, que dirá para um estrangeiro ilegal.

Um brasileiro que opta pela imigração ilegal enfrenta muitas dificuldades para encontrar um trabalho, pois as empresas não querem se comprometer com o governo descumprindo regras e contratando formalmene um imigrante ilegal, então muitos acabam prestando serviços a um baixo custo com o objeitivo de juntar dinheiro suficiente para se manter e regularizar sua situação no país.

Sequestros 

As pessoas que procuram pela imigração ilegal acabam tendo que optar por meios de transporte não regularizados, e clandestinos. Pagam um valor mais baixo e acabam se submetendo a esse risco.

Acontece que muitas dessas pessoas acabam sendo enganadas e sequestradas neste percurso, sendo levadas para locais onde precisarão prestar serviços inimagináveis, e correm inclusive o risco de serem vítimas do obscuro universo do tráfico de órgãos.

Doenças

Além de se expor a esses riscos terríveis, o imigrante ilegal ainda está apssível a doenças com as quais seu sistema imunológico não está habituado a tentar combater.

Ao contrair uma doença estando ilegal em um país, seja trabalhando ou fazendo qualquer outra atividade, o imigrante ilegal precisará de cuidados médicos.

Mas nem todos os países contam com serviço de saúde gratuito, pelo contrário, os atendimentos médicos costumam ter um custo altíssimo e impossível de ser pago por um imigrante ilegal. É nesse momento que muitos acabam se tornando vítimas fatais das mais variadas doenças espalhadas pelo mundo.

Escravidão e exploração

Em busca de seu sustento ou de renda para regularizar sua situação e torná-la legal perante o país onde está, o imigrante ilegal acaba se submentendo a uma carga horária exaustiva e exploradora.

Infelizmente, alguns comerciantes e empresários acabam se aproveitando da situação de vulnerabilidade do imigrante e os força a trabalhar incansavelmente em troca de uma remuneração baixa e irrisória.

Prostituição

No caso de não encontrarem emprego, ou não sportarem as logas e exploradoras horas de trabalho, muitos imigrantes ilegais, especialmente mulheres, acabam optanfo pela prostituição como forma de se sustentarem e se manterem no país.

A prostituição é um mundo macabro que torna mulheres objetos sexuais, sem valor e sem humanidade. Mas infelizmente, com a falta de oportunidade, é um mercado que vem crescendo de forma significativa entre imigrantes ilegais.

O fato é que se você deseja se mudar e morar em outro país, faça isso da forma mais segura possível: tire completamente de sua mente a ideia da imigração de forma ilegal.

Se programe com antecedência, regularize seus documentos, procure estar em dia com suas obrigações civis em seu país de origem, contrate um seguro de vida e de saúde, faça uma boa reserva financeira e vá em segurança.

Todo o valor investido no planejamento e preparo é pouco diante dos inimagináveis riscos de ingressar num país desconhecido como um imigrante ilegal. Esteja ciente dos riscos e fuja para longe deles.