Corte do porcelanato

Porcelanato: saiba como cortar, instalar e limpar

O porcelanato é a melhor opção para quem está pensando em fazer o acabamento de casas e é uma das escolhas preferidas das pessoas que estão fazendo reformas em ambientes comerciais.

A escolha de arquitetos e designers de interiores acerca desse material acontece por causa das grandes possibilidades que o porcelanato oferece para deixar o ambiente mais agradável aos olhos de quem observa.

É essencial que as pessoas que procuram instalar porcelanato em suas casas fiquem atentas aos tipos e aos cuidados que devem ser tomados no momento da instalação dessas cerâmicas, já que elas são muito sensíveis.

Quais os tipos de porcelanato?

Escolher o tipo de porcelanato é a melhor forma de ficar satisfeito com a reforma da casa e, para isso, vamos explicar as características dos principais tipos de porcelanato que podem ser encontrados no mercado de construção civil.

Um dos principais pontos a considerar são o tipos de material que compõem a cerâmica que é usada na decoração das casas e, elas podem ser:

  • Polidas: o tipo de porcelanato mais usado hoje em acabamentos é o polido, pois seu brilho é muito intenso e a cerâmica é altamente refletiva por causa de sua superfície extremamente lisa. Pode ser utilizado em muitos ambientes, mas não é recomendado para áreas molhadas e de muita movimentação de pessoas.
  • Acetinado: com as mesmas qualidades do polido, o acetinado diferencia-se por possuir menos brilho. Em compensação sua textura suavizada tem sido muito buscada por arquitetos que pensam em projetos de iluminação voltadas para o solo e a vantagem do porcelanato acetinado é que ele pode ser usado em áreas molhadas.
  • Lapado: essa opção possui um brilho menos intenso, porém mais moderno, com uma capacidade de se assemelhar a pisos comuns só que com muito mais qualidade.

Como é feito o corte do porcelanato?

Fazer o corte do porcelanato não é uma tarefa fácil e recomendamos que as pessoas não tentem fazer isso sem o auxílio de um especialista em construção, já que, além das possibilidades de prejuízo em casos de quebra da cerâmica, ainda existe o risco de causar acidentes como cortes na mão das pessoas que não sabem manusear uma serra mármore.

Pois, é exatamente essa ferramenta que deve ser usada para fazer o corte preciso de uma peça de porcelanato.

Primeiramente usamos uma riscadeira para marcar exatamente onde fazer o corte na peça e, depois, com a serra elétrica que é chamada nesse meio de serra mármore, cortamos a peça seguindo o risco que deixamos e exercendo a pressão necessária para efetuar o corte.

Como é feita a instalação do porcelanato?

Quando chega o momento de instalar o porcelanato, todo cuidado deve ser considerado, pois, essas peças, além de muito caras, são sensíveis a qualquer impacto e, uma peça grande como essas pode quebrar facilmente no momento de ser instalada.

Veja os cinco passos para a instalação perfeita que é pensada levando em consideração todas as adversidades que poderiam acontecer com esses pisos.

  • Em primeiro lugar, verificamos se o ambiente está dentro da medida de um esquadro, uma ferramenta em formato de L que deve ser colocada nas quinas da casa e os dois lados do “L” devem estar encostados na parede, sem folga;
  • Em seguida, colocamos a argamassa no contrapiso, onde será instalado o porcelanato;
  • Depois, colocamos argamassa também na própria cerâmica antes de posicioná-la;
  • Então, depois de escolher onde ela será colocada, posicionamos a peça por cima da massa;
  • Por último, assentamos bem o piso em cima da argamassa para fixar bem com o auxílio de um martelo emborrachado usado exatamente para essa função.

Vale lembrar também que, entre os pisos, devemos deixar uma brecha de 1 a 3 mm para garantir que, no momento da dilatação dos materiais, essa peça não se quebre, trazendo muito prejuízo em uma possível reforma do porcelanato do cômodo.

Como limpar o porcelanato corretamente?

Muitos se perguntam como limpar o porcelanato de forma que essas peças fiquem como novas, sem agredir a qualidade e o brilho dos modelos mais brilhosos como a versão polida dessas peças.

A maneira que indicamos para fazer a limpeza correta é usar uma solução que conte com uma colher de sopa de detergente diluído em cinco litros de água.

Devemos varrer o piso antes, passar um pano bem molhado sobre a peça e depois outro seco por cima para que não ocorram manchas nas peças, já que elas refletem qualquer tipo de sujeira.

Outra opção para quem não está satisfeito com essa é a utilização de vinagre de álcool na água, já que essa solução é muito usada até mesmo na fabricação de produtos industrializados voltados para a limpeza de peças cerâmicas.

E, quem busca tirar sujeiras muito intensas, pode contar com o cloro ativo e o saponáceo cremoso, por exemplo, já que ambos possuem características fortes de remoção de sujeiras.