Caminhão de transporte pesado

Transporte de cargas pesadas é complexo e burocrático: entenda as dificuldades deste serviço no Brasil

Ao contrário do que muitos pensam, o transporte de cargas pesadas é um serviço complexo, ainda mais no Brasil em que há muita burocracia. Quanto maior o peso e dimensão da carga, mais complexo o transporte se transforma.

Para quem trabalha neste segmento ou precisa contratar algum serviço relacionado, esbarrar com diversos desafios, dentre eles, a falta de profissionais qualificados, criminalidade, alta burocracia, vias em péssimas condições, entre outros.

Então, para realizar este serviço, é preciso ter diversas estratégias de organização e logística em mente, além de preparo para lidar com esses desafios que podem aparecer antes ou durante o transporte.

A segurança da carga, profissional e caminhão devem ser prioridades, além de todas as outras decisões importantes. Por mais complexo que seja, o sistema de transporte de cargas pesadas é fundamental para o país.

Este sistema compõe mais de 70% de todos os transportes realizados no Brasil. As ferrovias, sistema marítimo, aéreo e outros, não correspondem a mais de 10% cada de toda a movimentação de cargas pesadas no país.

Há uma dependência da população, empresas e Estado desse sistema rodoviário. Ainda sim, há uma série de fatores que o tornam mais complexo, difícil de ser realizado. 

O ideal é procurar por ajuda profissional, empresas especializadas para realizar o transporte da carga que deseja. Se é um caminhoneiro ou profissional da área, a recomendação é estar sempre atento às mudanças do mercado, manter-se atualizado e qualificado.

A seguir, indicaremos os principais desafios do transporte de cargas pesadas no Brasil para que todos tenham conhecimento da complexidade do serviço e se preparem. 

Se tudo for feito da maneira correta, há mais chances de ter um transporte tranquilo, sem maiores transtornos ou dificuldades. Acompanhe!

Desafios do transporte de cargas pesadas

Antes de mais nada, é preciso esclarecer o que é transporte de cargas pesadas. Este serviço se dá pela movimentação de todo e qualquer material que exija grande esforço para locomoção.

Então, mais do que apenas o peso, as dimensões das cargas também são levadas em consideração. Máquinas, equipamentos elétricos, veículos, guindastes, vagões, embarcações, aeronaves, entre outros materiais, são considerados cargas pesadas.

A grande maioria dos transportes de cargas pesadas são feitos pelos sistemas rodoviários, por meio de caminhões. Com isso, no dia a dia, este serviço esbarra com diversos desafios de infraestrutura, burocracia, vigilância e muito mais.

Querendo ou não, estes empecilhos dificultam a realização de serviços de qualidade, com mais tranquilidade e agilidade. Entenda quais são eles para estar preparado!

Segurança 

Um dos maiores problemas neste segmento é a segurança. Segundo uma pesquisa realizada pelo Comitê de Transportes de Cargas do Reino Unido, o Brasil é o sexto – em uma lista de 57 lugares – país mais perigoso para a realização de serviços de transporte de cargas pesadas.

É comum escutarmos que os caminhões foram roubados ou saqueados. Então, é importante tomar alguns cuidados para a realização destes serviços, ainda mais quando a carga tem alto valor.

Exemplo: trace rotas seguras, evite passar por dentro de cidades, tenha um seguro rodoviário, acessórios de seguranças, e, claro, forneça uma boa orientação aos caminhoneiros. 

Burocracia

A burocracia é um problema comum no Brasil. Com o transporte rodoviário, isso não é diferente. Cada serviço realizado neste segmento precisa estar em conformidade com diferentes órgãos municipais, estaduais e nacionais.

Ou seja, se o transporte for de uma cidade para outra, é preciso estar em conformidade com as leis e órgãos de cada um dos locais que o caminhão passará. 

Além disso, com o decorrer dos anos, sempre surgem novos projetos que alteram leis direcionadas a este segmento.

Também há modificações nas taxas e restrições de tráfego em rodovias, por exemplo, entre outros desafios que envolvem a burocracia. O ideal é pesquisar as normas de onde o serviço será realizado e estar em dia com os órgãos reguladores para evitar diversos transtornos no trajeto.

Infraestrutura

Mesmo com tanto investimento, outro grande desafio é a infraestrutura do país. As rodovias, ruas e avenidas em determinados locais do Brasil são precárias, o que dificulta e prejudica a realização destes serviços.

Além, é claro, de torná-lo mais perigoso – podendo prejudicar o funcionamento do caminhão, por exemplo. 

Preços

Muitos acham que os serviços de transporte de cargas pesadas são muito caros. O fato é que a realização dessa movimentação é custosa para empresas e profissionais deste segmento. Então, o valor é compensado no frete para os clientes.

O combustível está caro, o valor das peças de manutenção é alto, o seguro rodoviário é custoso (por ser um país com pouca segurança), há a contratação de profissionais capacitados, entre outros fatores que encarecem este serviço. 

É por isso que houve a grande greve dos caminhoneiros em 2018 e sempre há boatos de que uma nova manifestação acontecerá. Muitas vezes, é inviável realizar alguns serviços neste segmento – tudo está  muito caro.

Esses são alguns dos principais desafios dessa área no mercado atualmente. Todos podem ser contornados com profissionais que realmente entendam essas dificuldades e saibam como resolvê-las.

Somente assim, será possível realizar atividades com tranquilidade.