Planejamento financeiro

3 Passos para montar um orçamento pessoal

Se você for uma pessoa que tenha sonhos deseja alcançar um objetivo, mas acha que nunca sobra uma grana para que eles sejam realizados. Talvez o problema disso seja a má administração do seu salário. O que importa é que isto pode ser resolvido facilmente, basta colocar em prática algumas atitudes que fará você mudar sua vida financeira. 

Equilibrar a vida financeira é o primeiro passo para alcançar seus objetivos e fazer com que suas receitas sejam bem aproveitadas. Colocando o plano em prática você vai conseguir pagar suas dívidas e ainda colocar dinheiro na poupança que vai servir para concluir seus sonhos.

Saiba o que é um orçamento pessoal

Um orçamento pessoal é nada mais que a soma do orçamento com os gastos que terá durante um mês. O orçamento inclui:

  1. O valor que tem em contas e também em investimentos
  2. As receitas que vai receber, através de salário ou outros ganhos, incluindo aluguel e extras
  3. É importante saber o total de compromissos que você assumiu e que se vencem no período do orçamento.
  4. As dívidas que devem ser feitas, conforme as suas necessidades que você tem ciência que terá, tipo compra de comida e medicamentos, e muitos outros
  5. Ficar atento ao total de limite disponível para cada despesa, para garantir que você não fique no vermelho.

Qual é a importância de criar um planejamento financeiro pessoal?

Ao fazer uma organização do seu orçamento pessoal você irá perceber uma melhor compreensão e domínio sobre seus recebimentos e pagamentos. Por isso, é muito importante. 

Com ele você vai ter a real noção da sua situação financeira e assim traçar um plano e metas para seu futuro. Conhecendo seus hábitos de consumo é mais fácil planejar seu dia a dia. O ideal é evitar o desperdício e gastos com coisas desnecessárias. 

Quais são os benefícios da criação do plano de orçamento pessoal?

A criação de um plano de orçamento traz para a pessoa muitas vantagens importantes. Por tanto, para manter o controle  das suas finanças em dia, é necessário ter o hábito de atualizar os dados todo mês. Dessa maneira fica mais simples administrar  os recebimentos e despesas, tendo ciência do que vai gastar durante o mês. 

Veja os principais benefícios de fazer o orçamento pessoal:

  • Suas contas estão pagas sempre em dias
  • Você tem o equilíbrio das suas finanças
  • Ainda é possível planejar suas viagens e lazer
  • Projetar o futuro, a pessoa ainda atinge suas metas. 

Uma das vantagens mais importante do orçamento pessoal é que não devemos gastar mais do que o que ganhamos. 

Como preparar um orçamento pessoal eficiente?

As pessoas passam por muitos problemas financeiros justamente por falta de organização do orçamento pessoal. Mas começar a organizar suas finanças é um passo muito importante! 

Com algumas mudanças de atitudes, você consegue eliminar gastos que não são necessários e assim evitar desperdícios, fazendo então seu dinheiro render mais e com isso você realize seus objetivos. Veja algumas dicas para começar a planejar seu futuro:

Primeiro crie um controle para o seu orçamento, crie uma planilha ou um aplicativo

Atualmente a tecnologia vem ajudando bastante a quem deseja organizar sua vida financeira. Para isso podemos contar com uma variedade de aplicativos e planilhas que foram criadas justamente para facilitar a vida das pessoas. Ao utilizar essas ferramentas você faz de forma fácil:

  • A criação de categorias
  • Você realiza os cálculos de forma automática
  • Realiza resumos
  • Criar seus gráficos.

Usando essas ferramentas, você consegue saber de forma específica para onde está indo seu dinheiro, e quais os gastos são considerados desnecessários.

Faça a Classificação de cada tipo de gasto

Depois que cada uma das suas despesas foi classificada, o ideal agora é classificar conforme a sua importância. É importante separar primeiro as essenciais, Tais como:

  • Os gastos frequentes e essenciais, aluguel, condomínios 
  • impostos
  • Gastos com contas de consumo, água, luz e gás
  • Gastos com plano de saúde e remédios
  • Gastos com supermercado
  • Gastos com transporte.

Identifique as categorias mais onerosas

Como já foi citado anteriormente, já deu para entender como é o orçamento. Quando gastamos sem ter controle, não conseguimos saber para onde nosso dinheiro está indo.

Por isso, é importante cortar algumas despesas desnecessárias, corte aquelas que não vai fazer falta e pode fazer uma economia boa. 

Exemplo: Tvs à cabo, gastos  indo ao salão de cabeleireiro e clube. Se não for possível cortar gastos do seu orçamento, faça uma análise para ver a possibilidade de, pelo menos, diminuir os gastos. 

Para conseguir manter suas finanças em dias é necessário fazer algumas concessões e mudanças na sua rotina em nome de uma causa maior.

Comece a traçar metas de economia para que não haja perdas, verifique as contas que são fixas mensais, procure planos de Tv mais em conta, não faça refeições na rua, de prioridade as contas mais caras, faça o uso consciente do seu cartão de crédito, nunca deixe o cheque especial descoberto, comece a economizar se dinheiro, crie o hábito de pedir descontos, verifique suas compras, pesquise preços. 

Diferença entre orçamento pessoal e orçamento familiar

Tanto o orçamento familiar quanto o pessoal, são fundamentais na vida de qualquer pessoa.

Mesmo os nomes sendo bem parecidos, ambos possuem características diferentes que é preciso conhecer. Veja a seguir:

O orçamento pessoal é um modelo indicado para ser usado quando as despesas pagas por mês são apenas as suas, e não inclui outras pessoas que convivem com você.

Já o orçamento familiar é o oposto. Porque as despesas que são pagas por mês são referentes às pessoas que convivem com você. No caso, esse orçamento é a soma de todas as despesas da casa.

Dicas para manter o orçamento pessoal em dia

As dicas de como manter seu orçamento sempre em dia é muito importante, independente do momento que esteja vivendo. 

  • Procure manter suas reservas de emergência sempre abastecida
  • Esteja sempre atento aos seu hábitos de consumo
  • Verifique o mercado econômico antes de realizar qualquer transação financeira
  • Trace um planejamento para saber como lidar em situações de crise e de estabilidade financeira
  • Tenha um estilo de vida realista e exclua gastos desnecessários

Vale a pena ter um orçamento pessoal?

Esse método é essencial para que seus planos sejam bem sucedidos. 

É importante lembrar, que o equilíbrio financeiro não é apenas alcançar uma receita igual à despesa, é por isso, que suas finanças não são saudáveis. 

Para que você alcance um equilíbrio é necessário ter uma boa perspectiva de vida para os próximos anos, potencializando o ato de poupar e investir, algo primordial.

Como já vimos o gasto mensal não pode ultrapassar os 80% do seu orçamento, já que é indicado poupar pelo menos 20% do seu salário mensal. 

Se sua situação atual não permitir essa economia, é importante que você analise seus gastos e prioridades do momento. Com isso fica bem mais simples adequar a sua situação ao seu orçamento, e de quebra ainda alcançar seus objetivos financeiros.